Search

Caio André denuncia perfuração de ruas e cobrança de taxa de esgoto indevida pela Águas de Manaus


O vereador Caio André (PSC) usou a tribuna do grande expediente desta terça-feira (15/3) na Câmara Municipal de Manaus (CMM), para denunciar a concessionária de Águas de Manaus que está realizando perfurações nas ruas recém recapeadas do bairro Dom Pedro, para colocação de tubulação de esgoto. Para o vereador, o trabalho além de prejudicar o trafego e causar transtornos aos moradores, é desnecessário, uma vez que a localidade não tem estação de tratamento de esgoto. O vereador destacou ainda que, mesmo sem o bairro ter o serviço, a empresa continua a cobrar indevidamente a taxa de esgoto.


“A Águas de Manaus, há algum tempo, vem realizando as ligações nos bairros de Manaus e chegou ao bairro Dom Pedro, perfurando as ruas, que acabaram de ser recapeadas, para instalação da tubulação de esgoto. Primeiro, a concessionária de água não tem tratamento de esgoto na região centro-oeste, com exceção do conjunto Tocantins, que não suporta nem um metro cúbico a mais para tratar. E nós sabemos que Manaus, no geral, não tem tratamento de esgoto, salvo as estações que o governo tem construído no Prosamim, e a Águas Manaus, a despeito disso, continua fazendo cobranças do serviço”, denunciou o vereador Caio André.


Conhecedor do bairro Dom Pedro e dos problemas sofridos pelos moradores do local, o vereador convocou a Comissão de Águas da CMM para que convoque a concessionária e a Agência Reguladora do Município (Ageman) para uma audiência pública. “Nós não admitimos mais isso que está acontecendo, por isso, provoco a Comissão de Águas e Saneamento desta casa, para que nós façamos uma audiência pública com esta Empresa e a Ageman, que fiscaliza a questão da água e do esgoto, para que encontremos uma solução para essa cobrança da tarifa de esgoto em Manaus que é calculada em cima do consumo de água da população”, convocou.


O vereador finaliza esclarecendo a indignação por conta da cobrança em um momento tão delicado para a população. “Esta Casa é a caixa de ressonância manauara, e não vamos nos furtar de discutir essa situação. Nós estamos saindo de uma pandemia, muita gente desempregada na cidade, no mercado informal enfrentando dificuldades, um consumo reprimido, tudo aumentando, gasolina, gás de cozinha; e ainda, a empresa Águas de Manaus fazendo essa cobrança absurda em relação a tarifa de esgoto”, finalizou.


Texto e foto: Assessoria de Comunicação do vereador

3 views0 comments