Search

Com voto de Caio André, reajuste de 12,47% a servidores da Semed é aprovado na Câmara


De autoria do Executivo Municipal, com o apoio do voto do vereador Caio André (PSC), o reajuste de 12,47% aos servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed) foi aprovado na manhã desta terça-feira (14/6), na Câmara Municipal de Manaus (CMM). Caio André, que presidia a sessão plenária, destacou que o aumento salarial é mais que um merecimento aos trabalhadores da educação, é um justo reconhecimento pela dedicação de todos.


Filho de professora, o vereador Caio André afirma que esses profissionais são verdadeiros guerreiros e que a CMM acelerou a tramitação desse projeto de lei porque sabe do merecimento que esses servidores merecem. Ele relembrou o trabalho dos professores durante a pandemia e afirmou que este é um aumento justo.


“Eu lembro da minha mãe que ficava até tarde da noite elaborando e corrigindo provas, e ela nunca deixou de ter inspiração para estar dentro da sala de aula, uma guerreira, como são todos os professores. Diante desta pandemia, que atualmente mostra estar controlada, os professores se reinventaram e lutaram pela educação, eles estavam na linha de frente da educação. Por isso, nós, a CMM, tratamos de analisar esse texto da Prefeitura e tão logo aprovar, pois sabemos que esse é um aumento mais do que justo”, comentou.


O vereador Caio André reconheceu que a Prefeitura tem feito um trabalho singular de valorização dos servidores municipais e que, mais uma vez, agora com a educação, mostra o compromisso com o serviço público.


“É preciso reconhecer que a prefeitura, através do nosso prefeito, David Almeida, tem um compromisso sério com o funcionalismo público, uma vez que valoriza os servidores com aumentos justos e que há muito tempo esperavam por isso. Meus parabéns ao prefeito pela seriedade com a administração da nossa cidade e, mais do que isso, pela valorização dos servidores, que é quem faz acontecer o funcionalismo público”, finalizou.


Sobre o reajuste


A proposta, além do reajuste salarial, pagará o retroativo do mês de maio deste ano e confirma o reajuste dos auxílios de alimentação e transporte, a Função Especial do Magistério (FEM) e a Gratificação em Educação (GE). O reajuste chegará ainda aos profissionais do magistério, servidores da área administrativa do regime estatutário e regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e sob Regime de Direito Administrativo (RDA).


Texto: Assessoria de Comunicação do vereador

Foto: Robervaldo Rocha – Dicom/CMM

2 views0 comments