Search

Tribuna Popular debate conservação do tucunaré na cidade de Manaus nesta quarta-feira (17)


De propositura do vereador Caio André (PSC), o plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM) receberá nesta quarta-feira (17/11), a partir das 9h30, a tribuna popular com o tema: Conservação do Tucunaré na cidade de Manaus. A tribuna contará com a presença do presidente da Federação Amazonense de Pesca Esportiva (FEAMPE), Carlos Junio Serfaty, além do presidente da comissão de turismo da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Caio Kanawati Soares.


O objetivo é tratar da importância que o Tucunaré tem para o turismo e a modalidade da pesca esportiva. De acordo com o vereador Caio André, Manaus e sua área ribeirinha tem um potencial enorme para preservação da espécie e alavancar o turismo com essa ação.


“Eu acredito que a pesca esportiva é um dos maiores potenciais turísticos para a cidade de Manaus, e um dos protagonistas disso é o tucunaré, por isso precisamos elevar nossos olhos para a preservação da espécie. Além de valorizar o esporte, o peixe vivo gera mais renda para os ribeirinhos e pode potencializar o turismo, uma vez que recebemos pescadores esportivos de todos os cantos do Brasil e do mundo, que buscam essa experiência de pescar um Tucunaré”, explicou o vereador.


O vereador Caio André destaca ainda que a tribuna dará base para a criação de um Projeto de Lei (PL). “Desta Tribuna Popular, nós formularemos um PL, em parceria com a sociedade civil e o apoio do vereador Wallace Oliveira (PROS), que já criou um PL que visa cota zero para o Tucunaré. Então, a partir disso, entregaremos à cidade de Manaus um PL que atenda a conservação deste peixe tão importante para a nossa fauna, e que é de fundamental importância para o nosso turismo”, pontuou.


Segundo o presidente da FEAMPE, Carlos Junio Serfaty, o turismo da pesca esportiva gera mais de R$ 300 milhões ao Estado, movimentando mais de 50 setores comerciais como: companhias aéreas, restaurantes, hotelarias, transportes fluviais e terrestres, entre outros. Carlos ressalta que a tribuna será uma excelente oportunidade para informar sobre a importância da preservação do Tucunaré, bem como da regulamentação da pesca esportiva.


“Nosso objetivo na tribuna é informar a necessidade de regulamentar a modalidade e a preservação das três espécies do Tucunaré, além da preservação do meio ambiente, uma vez que o único interesse do pescador é pescar, tirar foto e devolver para água. Para federação é muito importante que isso aconteça, pois estaremos trazendo recursos particulares e privados, com isso, poderemos capacitar nossos ribeirinhos para eles se tornarem guias turísticos e de pesca, com isso, além de aumentar o setor turístico, deixaremos um legado de conhecimento aos ribeirinhos”, finalizou.

0 views0 comments